Skip to content

A tristeza em 111 palavras com uma alegria de 76

Julho 12, 2012

Era um homem triste; tão triste, que a tristeza o tratava por tu. Ele vivia numa rua triste sem luz, sem crianças, sem cães e onde uma chuva miudinha caía todos os dias, ainda que à sua volta pudesse haver sol. Vivia também num país triste que, apesar de tudo, tinha luz, crianças e cães, mas ninguém reparava nisso, uma sombra no olhar tapava tudo.

Um dia, conheceu uma mulher feliz; tão feliz, que a felicidade a tratava por tu. Ela vivia numa rua alegre com luz, crianças, cães e gatos; mesmo fazendo parte do país triste, a rua não se importava com isso e sentia-se alegre.

Ansioso por uma nova vida, o homem triste mudou-se para a rua – e, porque não, para a casa – da mulher feliz.

Foi uma alegria tamanha; no entanto, viveu apenas uns meros minutos de felicidade: o colesterol da tristeza invadiu-lhe as veias e tombou-o no chão. Acabou no hospital, gelado e estendido numa sala triste e sombria. A mulher feliz chorou de tristeza e decidiu ir viver para a rua do homem triste; sempre tinha quatro assoalhadas e televisão por cabo.

image

Anúncios
2 comentários leave one →
  1. Julho 14, 2012 7:53 pm

    Portugal vs Brasil???

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: