Skip to content

Ninho – Diário de Um Idiota (7)

Maio 6, 2012

Espreitei pela janela; lá estavam eles, à volta da casa, pela rua, por todo o lado; assustadores! Voltei para a cama, puxei o lençol e tentei adormecer o medo. Ouvi passos no corredor; tremi ainda mais. A porta do quarto abriu-se. De repente, o lençol voou.

– Então?! – reclamou aquela voz de sempre. – Novamente com essa mania. Toca a levantar!

Apetecia-me gritar sobre o assombro que estava lá fora, mas sabia que ela ensurdeceria o meu medo; assim, não tardei em levantar-me e preparar a saída.

image

À porta da rua, as pernas tremiam-me pelo que ia encontrar do outro lado do puxador; sentia-lhe os passos, o reboliço arrepiante que provocavam na sua ruminação à volta da casa.

– Vá lá, coragem! Há que os enfrentar – disse-me ela, afagando-me a cabeça. – Porquê esse medo, o que achas que vai estar lá fora?

– Pessoas, mãe, muitas pessoas!

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: